Quinta-feira, 7 de Abril de 2011

MEDITANDO

 

Na ausência de justiça, o que é a soberania senão o roubo organizado?

 

Santo Agostinho

 

 

Agostinho nasceu na cidade de Tagaste, província de Souk Ahras, na época uma província romana no norte de África, na actual Argélia, filho de pai pagão, chamado Patrício e mãe católica, Mónica. Foi educado no norte de África e resistiu aos ensinamentos de sua mãe para se tornar cristão.

 

Agostinho era de ascendência berbere. Com onze anos de idade, foi enviado para a escola em Madaura, uma pequena cidade da Numídia. Lá se tornou familiarizado com a literatura latina, bem como práticas e crenças do paganismo. De 369 a 370 permaneceu em casa.

 

Durante esse período leu o diálogo Hortensius de Cícero (hoje perdido), que lhe deixou uma impressão duradoura sobre e lhe despertou o interesse pela filosofia assim passando a ser um seguidor do maniqueísmo.

 

Com dezessete anos, graças à generosidade de um concidadão, chamado Romaniano, o pai de Agostinho enviou-o para Cartago para continuar a educação na retórica. Vivendo como um pagão intelectual, tomou uma concubina; nessa tenra idade, desenvolveu uma relação estável com uma mulher jovem em Cartago, da qual teve um filho, Adeodato.

 

Durante os anos 373 e 374, Agostinho ensinou gramática em Tagaste. No ano seguinte, mudou-se para Cartago a fim de ocupar o cargo de professor da cadeira municipal de retórica e permaneceu lá durante os nove anos seguintes.

 

Desiludido pelo comportamento indisciplinado dos alunos, em 383 mudou-se para estabelecer uma escola em Roma, onde acreditava que os melhores e mais brilhantes retóricos ensinavam. No entanto, Agostinho ficou desapontado com as escolas romanas, que encontrou apáticas. Quando chegou o momento dos seus alunos pagarem os honorários, simplesmente fugiram.

 

Amigos maniqueístas apresentaram-lhe o prefeito da cidade de Roma, Symmachus, que tinha sido solicitado a fornecer um professor de retórica imperial para o tribunal provincial em Milão. Agostinho ganhou o emprego e ocupou o cargo no final de 384.

 

Para saber mais, consultar Wikipédia em http://pt.wikipedia.org/wiki/Agostinho_de_Hipona

 

 

tags:
publicado por elosclubedelisboa às 09:40
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. TE DEUM – JOÃO DOMINGOS B...

. Organização Mundial de Me...

. GALAICO-PORTUGUÊS - LÍNGU...

. MACAU - PADRE RUIZ

. PINTOR ANTÓNIO CASIMIRO

. COISAS DA ÍNDIA - 2

. Beato Diogo de Carvalho

. MUSEU DE ÉVORA

. REPORTAGEM

. “OMENS” SEM “H”

.arquivos

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds